Graças à legislação da UE, se é casado ou tem uma parceria registada com um cidadão da UE (Neste caso, um nacional de um dos 28 países da UE, da Islândia, do Listenstaine e ou da Noruega) que vive, trabalha, estuda ou procura emprego num país da UE distinto daquele de que é natural, é-lhe mais fácil ir viver com o seu cônjuge ou parceiro nesse país. 1 – O cônjuge se aproximou. 2 – O servente veio atender-nos. 3 – O gerente chegou cedo. Não está claro se o sujeito é homem ou mulher: (A) no primeiro período.

Isto significa que, se houver herança, o cônjuge pode ou não ser herdeiro legítimo, mas é sempre herdeiro legitimário, do que resulta que só é chamado à totalidade da herança na falta de descendentes e ascendentes, se o falecido não tiver disposto válida e eficazmente, no todo ou em parte, dos bens de que podia dispor para depois da ... Era um casal perfeito, bem sucedido em tudo, para mim era um padrão de felicidade. Um belo dia, aquele bom amigo aproximou-se de mim e confessou-me para o meu espanto: – “não amo mais a minha esposa, não consigo nem olhar para ela, meu casamento acabou”. Efectivamente o verbo prazer (tal como aprazer ou desprazer, mas diferentemente de comprazer, cf. Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso CUNHA e Lindley CINTRA, 14ª ed., Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 430-431) é geralmente considerado unipessoal na tradição gramatical, só se conjugando na terceira pessoa do singular e do plural, pelo que a informação da ...